Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

domingo, 16 de julho de 2017

Primeiras impressões

Primeiro de tudo... Seja em que jogo for o Benfica nunca pode perder por 5-1, ainda por cima sendo uma equipa como o Young Boys, que por muito respeito que mereça não é um clube de renome internacional.

No entanto, há aqui atenuantes e que serão as mesmas, por exemplo, para a derrota do Sporting com o Valência... Quero deixar aqui um abraço especial para aqueles que se fartaram de gozar com o Sporting depois de estes perderem por 3-0, chutando para canto o facto de estarem a fazer o segundo jogo em 24h numa fase complicada em termos físicos.

Não há muito a dizer sobre estes dois jogos. Ambos tiveram coisas positivas e negativas e nunca podemos esquecer que neste momento o cérebro manda mas as pernas não obedecem!! Foram 2 jogos num curto espaço de tempo que serviu apenas e só para dar ritmo à equipa.

Falando do segundo jogo, aquele que está a causar grande celeuma, o Benfica durou 30 minutos na primeira parte, onde foi superior, e 15 minutos na segunda parte. Muitos jogadores estiveram a um nível muito baixo e isso paga-se caro quando defrontamos equipas que irão iniciar o campeonato no próximo fim-de-semana e que aproveitou para fazer um verdadeiro teste para a pré-eliminatória da Champions.

Para aqueles que desconhecem estas coisas de jogar futebol, quando não se está bem fisicamente, quando se está cansado e com sobrecarga física, simplesmente temos tendência para tomarmos mais decisões erradas, a estarmos mal posicionados mais vezes, o tempo de reacção diminui, complicamos mais o jogo e a equipa parte-se ao meio, não existe coesão.

Na minha opinião faltará contratar um GR, um 6 com características idênticas a Fejsa, e um jogador com as características idênticas a Jonas. O Seferovic deu boas indicações na posição de ponta de lança mas até gostava de o ver jogar na posição de segundo avançado para tirar algumas dúvidas.

Esqueçam jogadores para a posição 8 porque não virá mais ninguém!! Temos para aquela posição o Pizzi, o Filipe Augusto, o Samaris, o André Horta, o Chrien e o Krovinovic. Resta saber quais irá escolher Rui Vitória para aquela posição.

Na lateral esquerda, e para já, estará entregue a Grimaldo e a Hermes. O Eliseu continuará se RV entender que será melhor para Hermes ir rodar numa equipa de primeira liga.

Na lateral direita estamos resolvidos e ponto final!! Será André Almeida e Pedro Pereira, a não ser que haja alguma surpresa. Eu teria ido buscar o Bruno Gaspar que fez uma excelente época e ainda tenho algumas dúvidas se Pedro Pereira conseguirá dar a profundidade necessária ao flanco. Defensivamente é muito bom, cruza muito bem mas veremos se será tão agressivo e acutilante ofensivamente como o é defensivamente.

De centrais penso estarmos arrumados a não ser que Lisandro saia para vir alguém para pegar de estaca na equipa. O Kalaica deveria ficar, gostei do que vi do miúdo e quem sabe se a meio da época não se afirma...

Nas alas estamos mais do que bem servidos com Cervi, Zivkovic, Salvio, Rafa e Carrillo. Esqueçam o Diogo Gonçalves, a não ser que ainda saia algum dos que referi.

No ataque penso que estamos bem servidos!! Temos o Jimenez, o Mitro e o Seferovic para a posição de ponta de lança, o Jonas e o Arango para a posição de segundo avançado. Pelo que tenho visto do Seferovic, gostaria de vê-lo a jogar na posição de segundo avançado. Se ninguém sair acredito que o ataque ficará entregue a Mitro, Jimenez, Seferovic e Jonas. Estou curioso para ver mais alguns minutos de Arango mas duvido que fique no plantel se nenhum dos avançados sair.

No próximo jogo já espero ver a equipa mais solta, espero ver mais e melhor Benfica.

Tenham calma que isto é a reparação para a época, nesta altura não se ganham títulos, ganha-se condição física para poder interpretar de forma positiva e competente aquilo que o treinador quer...



sexta-feira, 14 de julho de 2017

É fácil roubar os clubes . parte I



Portugal 14 de Julho de 2017

A bola já rola para gáudio dos adeptos e sócios, Nélson Semedo foi vendido por 30 milhões, podendo render mais 5 milhões por objectivos, mas o tema hoje é, pegando nas palavras de Bruno de Carvalho de dia 3 de Julho “é fácil roubar os clubes”.
Segundo ele “É muito fácil roubar dinheiro a um clube. Nem é preciso uma conta bancária", disse Bruno de Carvalho em entrevista ao site norte-americano de economia Bloomberg. O presidente do Sporting referia-se à forma como os clubes são geridos e ficam à mercê da fraude dos seus dirigentes, referindo-se à forma "pouco ética e ilegal de alguns comportamentos comuns em Portugal".
Vou “colar” mais coisas que tenho recolhido das publicações na comunicação social.
21 de Setembro de 2016, fonte BOLA: “O administrador-executivo da SAD do Benfica, Domingos Soares Oliveira, esclareceu, esta quarta-feira, que os encarnados não têm prevista a venda de jogadores no próximo mercado de Janeiro”.
7 de Setembro de 2016, fonte TVI: “(Vieira) «Para nós, o empresário é uma parceria. Temos uma parceria com a Gestifute e Jorge Mendes. É uma relação aberta. Nós dizemos o que queremos gastar e ele cobra uma percentagem que pode chegar a 10 por cento. O Benfica não tem segredos nem tabus, temos uma mentalidade empresarial e não temos problema algum em dizer o que se passa. Tem havido muita demagogia nas últimas semanas».
31 de Outubro de 2016, fonte CM: “Luís Filipe Vieira projecta fazer um encaixe financeiro de 90 milhões de euros no próximo mercado de inverno (Janeiro)...” (nota: notícia não desmentida).
26 de Janeiro, fonte DN: “Os 30 milhões encaixados com a venda de Gonçalo Guedes para o Paris Saint-Germain - assinou ontem contrato válido até 2021 e fica com a camisola 15 dos parisienses - fazem a SAD encarnada superar a barreira das seis centenas de milhões. Ainda durante este período, os encarnados investiram cerca de 380 milhões de euros no reforço do plantel principal, o que corresponde a um saldo positivo superior a 225 milhões de euros em transacções com futebolistas”.
25 de Março, fonte CM: “De acordo com aquele relatório (nota: publicado no site da FPF), que apresenta verbas referentes às comissões envolvidas tanto em transferências como em renovações contratuais, houve 26 negócios com pagamento de comissões por parte do clube da Luz, com um montante total envolvido de 30,105 milhões de euros”.
31 de Maio, fonte JOGO: “Tal como O JOGO noticiou atempadamente, André Moreira já não foge ao Benfica. O atleta aguarda apenas a oficialização da transferência de Ederson para o Manchester City para receber a ordem de fazer exames médicos e assinar contrato na Luz, o que pode acontecer ainda esta semana. O guarda-redes português do Atlético de Madrid tem há semanas um acordo encaminhado com as águias, numa operação que contou com a participação do empresário Jorge Mendes, curiosamente também responsável pela negociação do atual dono da baliza das águias com os citizens”.
Podia colar mais coisas mas penso ter aqui matéria suficiente para tirar conclusões pouco simpáticas para os benfiquistas que acreditam neste projecto empresarial do Benfica, nas pessoas que o lideram, na propaganda que envolve este Benfica das parcerias com Joaquim Oliveira, o dono da comunicação social ou Jorge Mendes, o super agente que controla muito do que Oliveira não controla no que diz respeito à comunicação social.
O Benfica está a ser “roubado”. É certo que está a ser “roubado” com esquemas “legais”, porque existem contratos onde as partes acordam de boa fé, termos de compra e venda que ambos reconhecem e aceitam. A questão é que, parte do que o Benfica paga a mais aos agentes dos jogadores, com Jorge Mendes à cabeça, é distribuído, por detrás da “cortina”, a muita gente dos clubes, e no caso do Benfica, da dita “estrutura”, com (naturalmente) Vieira à cabeça.
Se o que Vieira disse na TVI fosse verdade, e Mendes (tal como os outros empresários) cobrassem apenas 10% por intermediação, para o Benfica pagar 30 milhões de comissões teria de ter negociado, entre compras e vendas, 300 milhões de euros em jogadores. Ora isso manifestamente não aconteceu entre 1 de Abril de 2015 e 31 de Março de 2016.
O que acontece é que os famosos “direitos económicos” que os empresários “arrastam” nos passes dos jogadores, sem se perceber como os adquiriram ou quanto pagaram para os ter, são ao fim e ao cabo, comissões que os clubes pagam. São comissões encapotadas para o público em geral, mas não para quem como a FPF, sistematiza as contas dos clubes/SAD. E quando os clubes, como o Benfica, pagam essas comissões a sociedades off-shore, é óbvio que a primeira conclusão que se tira é que se pretende esconder o destino do dinheiro, para além de fugir ao pagamento de impostos. E como tal todas as leituras são possíveis.
(continua)

terça-feira, 11 de julho de 2017

Sporting: Uma aposta forte na formação...


  1. Coentrão - 29 anos
  2. Mathieu - 33 anos
  3. Piccini - 24 anos
  4. André Pinto - 27 anos
  5. Bruno Fernandes - 22 anos
  6. Battaglia - 25 anos
  7. Doumbia - 29 anos
  8. Leonardo Ruiz - 21 anos
  9. Matheus - 23 anos
Média de Idades: 26 anos

11 provável nesta altura:

GR- Patricio - 29 anos
DD- Piccini - 24 anos
DE- Coentrão - 29 anos
DC- Coates - 26 anos
DC- Mathieu - 33
MDC- William - 25 anos
MC- Adrien - 28 anos
MAD- Gelson - 22 anos
MAE- Bryan Ruiz - 31 anos
AC- Doumbia - 29 anos
PL- Bas Dost - 28 anos

Média de idades: 28 anos - UMA CLARA APOSTA NOS JOVENS E NA FORMAÇÃO...


Portanto, já foram buscar 9?! jogadores para a nova temporada e ainda não vai ficar por aqui porque se saírem William e Adrien, duvido que Palhinha e Geraldes sejam os substitutos.

Como se pode ver é uma clara aposta na formação do clube ou em jovens promessas, onde 6 dos 9 jogadores estão acima 23 anos...

Neste momento, com Bryan Ruiz, B. Fernandes, B. César, Gelson, Doumbia, Battaglia, André Pinto, Mathieu, Alan Ruiz e Matheus, tenho sérias dúvidas que Tobias, Palhinha, Geraldes, Ryan Gauld, Podence, Iuri Medeiros, Matheus Pereira e Dala fiquem no plantel.

Em Janeiro foi a loucura total com o regresso dos "Aurélios" dos seus empréstimos para provar que afinal JJ também aposta na formação, depois de tudo perdido, óbvio. Agora que começa do zero, já vai em 9 aquisições, seis das quais estrangeiras e começa a ser mais que óbvio que os fantásticos "Aurélios" vão, aos poucos, ficando sem espaço no plantel. Acredito que um ou dois ficarão para poderem dizer que continuam a aposta na formação...

A aposta do Sporting continua a mesma dos últimos anos, apostar numa vitória imediata por isso é que continuam a ir buscar jogadores como Coentrão, Doumbia e Mathieu. Com a entrada destes três para o onze inicial, como esperam os Sportinguistas, a média de idades do plantel do Sporting irá 
disparar, invertendo aquele que era o projecto inicial do Sporting.

A triste figura que preside o Sporting navega agora à vista... À vista de um titulo que lhe garanta o tacho que tem actualmente e somente isso... Quando for contestado sempre pode dizer que foi dos poucos presidentes que conseguiu vencer o campeonato... Depois... Depois logo se vê... Agora é comprar, comprar, comprar... Das vendas pouco entrará nos cofres, resta-lhe rezar a bom rezar para que o sorteio da Pré-Eliminatória seja "amigo", que se consigam apurar para a fase de grupos e que façam lá uma boa campanha, senão... Lá terão de converter mais uns milhões de divida em VMOC's...

O Sporting só em neste momento um projecto e é a curto prazo... Ser campeão a todos o custo e quando tal acontecer o JJ sai e o Sporting voltará a estar mais 10 ou 15 anos sem vencer um campeonato porque simplesmente não há nenhum presidente que consiga construir um projecto sólido para o futebol e para tal bastava terem a humildade de olharem para o vizinho do lado e tentarem , pelo menos, seguir o exemplo... Preferem antes seguir o exemplo do clube dos emails que nestes últimos cinco ou seis anos andou a gastar tudo o que tinha e o que não tinha só para ganhar um campeonato para ganharem algum "oxigénio" juntos dos adeptos, agora é o que se vê...



quarta-feira, 5 de julho de 2017

Da série: "O Benfica manda nisto tudo!!"

"Conselho de Disciplina arquiva queixa sobre Gauld e Geraldes"


Portanto, o Regulamento diz: "...o ponto 5 do artigo 78 do Regulamento de Competições, estabelece que "não são admissíveis quaisquer cláusulas que prevejam a possibilidade de, por iniciativa unilateral do clube cedente, ser imposto ao clube cessionário o termo do contrato de cedência antes do prazo contratualmente fixado"."

O CD entendeu então que: "não restar dúvidas que o sentido das cláusulas em questão (...) é de que as partes (...) quiseram e estipularam uma condição resolutiva expressa, ou seja, subordinaram a um acontecimento futuro e incerto a revogação (por mútuo acordo) dos presentes de contratos de cedência temporária". 
As novas cláusulas "configuraram a cessação do contrato de cedência por mútuo acordo ("O Vitória aceita"), a qual assentou numa vontade real, comum e efetiva das partes, assim resultado num inegável mútuo acordo e já não numa imposição ("por iniciativa unilateral") do clube cedente ao clube cessionário".

Portanto, fiquei hoje a saber que qualquer contrato se sobrepõe a qualquer Lei desde que seja feito de mutuo acordo. Seria o mesmo que eu hoje acordar um contrato de trabalho com o meu patrão em que eu concordaria trabalhar sem qualquer remoneração. E ai de alguém que colocasse em causa o contrato, porque apesar de ser ilegal perante a Lei, como foi feito de mutuo acordo, como ambos quisemos assim, é tudo legal.

Depois o Benfica é que manda nisto tudo!! A pouca vergonha não tem limites!! Isto num país evoluído daria a que aquele CD fosse todos destituído e as suas carteiras profissionais apreendidas...

Ai se fosse o Benfica...

terça-feira, 27 de junho de 2017

E-mailes e SMS



Portugal 27 de Junho de 2017

Nos dias que correm o nome do Benfica tem sido conspurcado com diversas noticias fazendo referência a comportamentos ilegítimos, ilegais e eventualmente sancionáveis pela Justiça Civil e Desportiva. Temos sido atacados de forma organizada pelos dois rivais, um que toma a iniciativa e outro que reproduz as ondas de “choque”, e com um objectivo evidente que é condicionar toda a envolvente futebolística do Benfica, para a próxima época desportiva.
Ganhar 4 campeonatos seguidos aos rivais, é algo inédito não só para o Benfica mas nos tempos que correm, em particular se atendermos que antes disso, a mesma “estrutura” da SAD tinha ganho apenas os campeonatos de 2004/2005 e 2009/2010, mas tinha “oferecido” um tetra (2005/2009) e um tri (2011/2013) ou seja, 7 campeonatos em 8 possíveis, ao FCP.
É bom relembrar isto porque os adeptos do Benfica são sonhadores e pouco dados a estudar os problemas do clube, preferindo “regurgitar” o que lêem na comunicação social (e os títulos que esta SAD “ofereceu” ao FCP, não lêem de certeza). Ora a comunicação social, entenda-se, os respectivos patrões/ proprietários, são apoiantes do actual modelo de gestão do Benfica por variadas razões que não cabem neste texto.
Dito isto e voltando aos e-mailes e sms, na minha opinião não existe matéria grave que possa afectar desportivamente o clube. Fundamento esta dedução num pormenor tão simples que parece ninguém ter percebido: se os e-mailes e sms fossem de especial gravidade, os responsáveis do FCP e do SCP teriam guardado sigilo, teriam entregue essas “provas” ao DIAP do MP e aguardariam o evoluir das diligências desta entidade em conjunto com a PJ. Ao optarem por tornar público os alegados “trunfos” que tinham, na minha opinião, FCP (e SCP a reboque) sabem que não há conduta ilícita e apenas pretendem emporcalhar o nome do Benfica através do julgamento popular, o único de que não há recurso possível! Uma vez “condenados”, não há volta a dar, pelo menos na opinião pública. E é isso, e nada mais que isso, que me parece que eles pretendem.
Ora o Benfica, fruto de uma deficiente estratégia de comunicação, tem deixado que ao longo dos anos se crie a ideia de que somos beneficiados pela arbitragem. Porquê? Não sei, mas desde que Vieira recebeu o emblema de ouro pelos 50 anos de sócio sem ter recebido o emblema de prata pelos 25 anos de sócio (como se comprova através do jornal BENFICA) é possível pensar em tudo.
O que é certo é que a passividade do Benfica tem conjugado bem com a agressividade dos rivais. Até que este ano se bateram recordes negativos de acusações, muitas de especial gravidade, como escrevi atrás sem ilícito penal ou desportivo, mas que mancham a reputação do clube e da sua honrada história. Aparentemente, desta vez a SAD “disparou” processos em várias direcções! Vamos ver quantos avançam mesmo, ou quanto são a fazer de conta que se está a defender o clube.
Contudo, apesar de não ver ilícito de espécie alguma, fica mais ou menos evidente como funciona a SAD liderada pelo Sr.º Vieira, o “estranho” empresário que por onde passa deixa quase sempre um rasto de falências enquanto a sua situação patrimonial se engrandece (isto não é uma calúnia, resulta da apreciação dos factos conhecidos e divulgados na internet). E qual é então o “modus operandi” de Vieira? É simples: conhecer os pontos fracos de um conjunto de pessoas ligadas ao aparelho que gere, organiza e manda no futebol.
Qual o interesse disto? Aqui cada um que veja como entender. Eu vejo algum paralelismo entre esta “sede” de conhecer as fragilidades de quem pode ter interferência no sucesso ou insucesso futebolístico, e a sua forma de proceder enquanto empresário, tal como foi retratada no “famoso” livro (não publicado) divulgado por Pinto da Costa numa entrevista à RTP em 1 de Abril de 2010, “O águia do graveto”. Minar e tirar partido, foi uma das características que esse livro (não publicado, mas de que há referências na internet) evidenciou explicando como, pelo menos, um negócio fraudulento lhe rendeu uns quantos milhões de euros.
No Benfica actual parece existir a mesma cultura. Não me parece que seja uma cultura que enobreça o clube, mas dado que os “notáveis” agora não aparecem a dizer nada (como apareciam quando Vale e Azevedo era presidente a gerir um clube falido e sem receitas), dado que as sondagens dão uma enorme popularidade ao Sr.º Vieira, se calhar sou eu que estou a ver mal...


Nos rivais há quem ache que os emails são zero...


Ontem parei no zapping para ver aquele programa onde está o Rui Gomes da Silva e estive atento a ouvir um penteadinho que é o "representante" do Sporting naquele programa.

Sinceramente gostei de ouvir o homem e concordei com quase tudo. O homem também é da opinião que se isto dos emails tivesse alguma coisa de muito grave o FC Porto não tinha feito a coisa como fez, teria ido logo às autoridades mas como sabe que isto dos emails não é nada decidiu criar ruído. Portanto, o homem também acha que o conteúdo dos emails são um autêntico vazio e que jamais servirão para condenar quem quer que seja. Chega mesmo a dizer que se existirem algum tipo de pressões é para que o Benfica não seja prejudicado, mas diz que isso é o que querem todos...

No entanto, concluiu que o Benfica é que manda nisto tudo!! Isto já é doença!!! Portanto, os emails não nos dizem nada mas o Benfica é que controla tudo?!

Portanto, o máximo que pode estar a acontecer é o Benfica a tentar garantir que não é prejudicado nas arbitragens e nos órgão de decisão, mas controla isto tudo...

E já agora, em que se baseia o penteadinho para fazer uma afirmação dessas?

É que o presidente da Liga, apesar de o Benfica o ter apoiado, é adepto e ex-dirigente e administrador do FC Porto, o Proença, segundo o atraso que preside o Sporting, foi colocado lá por ele mesmo, ou seja, pelo Sporting com o apoio do FC Porto, o homem da arbitragem, o tal Fontelas, tem o filho a jogar no Sporting e já veio a público enxovalhar o Benfica e depois a conclusão que estes "inteligentes" tiram é que "o Benfica manda nisto tudo".

Eles andam completamente perdidos!! O FC Porto um dia diz que entregou tudo à PJ e passado um dia já diz que não entregou nada...

Um dia diz que é corrupção, noutro é tráfico de influências, depois passa a marosca, depois passamos para os "ses", "deverá", "poderá ser", e etc...

Eu quase que apostava que o tal director de comunicação do FC Porto estará no olho da rua ainda antes de começar o campeonato...

Nota-se a milhas o desnorte total... Depois do Dias Ferreira, agora foi a vez deste pentadinho achar que efectivamente o conteúdo dos emails são um vazio quase completo... Isto apesar de ambos acharem, como é natural num triste lagarto, que o Benfica é que "manda nisto tudo"...


sábado, 24 de junho de 2017

Rui Jorge: Não tinha nada que saber...


O meu 11 dos três grandes 2016/2017



Qual é o vosso 11?


O menino do momento: João Carvalho

Toda a gente acha que o João Carvalho é craque e que deveria fazer parte do plantel do Benfica para a próxima época.

O desafio que vos deixo é que deixem na caixa de comentários qual é para vocês a melhor posição para o João Carvalho no sistema de 4x4x2 que o Benfica utiliza.

Têm à escolha as seguintes opções:

- Médio Centro - o tal 8 que é feito por Pizzi;
- Falso Extremo Direito/Esquerdo - aquele que parte das alas e flecte para o meio, tipo Pizzi quando joga na ala;
- Segundo Avançado - Posição que é feita por Jonas.

Digam de vossa justiça...




Hóquei: Concordo com a decisão


Resultado de imagem para hoquei benficaEntendo todos aqueles que acham que o Benfica deveria entrar em ringue, vencer a competição e sair sem receber a Taça.

A questão aqui é que o Benfica quer uma medida que tenha impacto e se entrássemos em ringue para jogar nada nos garantia que venceríamos e se tal não acontecesse era como se não tivéssemos feito nada...

É triste que isto chegue a este ponto mas algo com grande impacto teria de ser feito! Eu iria mais longe e marcaria um jogo com o Barcelona, por exemplo, para marcar esse protesto em vez do treino. Convidaria toda a comunicação social Espanhola, por arrasto viriam de mais países, e explicava o sucedido para expor a FPP.

Bruno de Carvalho: O idiota hipócrita



"Este tipo de aparições públicas com alguém que lidera um clube que tem uma cartilha pública com ataques públicos ao presidente do Sporting e do seu presidente, alguém que está sob suspeita de liderar um clube que poderá estar a cometer crimes de tráfico de influências e corrupção através destes e-mails e sms’s, não é de todo de bom tom, e é absolutamente lamentável que isto suceda…", considerou." - Retirado de um jornal qualquer...

Portanto, o idiota hipócrita acha que "não é de bom tom" aparições públicas com Vieira porque "poderá estar a cometer crimes de tráfico de influências e corrupção" mas já acha de bom tom andar de mãos dadas com um presidente de um clube que já foi condenado por tentativa de corrupção e que aparece em escutas a oferecer "café com leite", "fruta para dormir" e envelopes "vazios" com 2.500€ lá dentro.

Não há um único jornalista com tomates que após estas declarações lhe perguntasse o que achava do Sporting se ter aliado a clube condenado por corrupção...

Este imbecil, este anormal não entende que existem amizades de longa data que vão além do futebol, tipo família... Esta besta quadrada não entende isto porque é um animal, é alguém que veio para o futebol e para o Sporting com a única intenção de garantir tacho e mais nada!! 

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Conto de fadas?



Portugal 23 de Junho de 2017

É cada vez mais difícil para mim, escrever o que quer que seja sobre o nosso Benfica. Estou do outro lado da verdade oficial que sustenta a actual liderança do Benfica clube e SAD, mas reconheço o direito às pessoas serem felizes, como neste momento devem estar, na sequência de um novo triplete de títulos, o segundo após 2014. E não me parece que eu deva continuar a ser uma espécie de “desmancha-prazeres” pondo o que penso à frente do que a esmagadora maioria de adeptos sente.
O triplete (Supertaça, Campeonato e Taça de Portugal) foi conseguido de forma tão categórica quanto difícil, com uns “pozinhos” de sorte aqui e ali, que não devemos ignorar porque para azar já bastou 2013.
Se a Supertaça está lá longe, vitória sobre o Braga por 3-0, o Campeonato é mais recente e por ser a prova mais importante a nível interno, merece um pouco mais de atenção. Foi um campeonato ganho com muito sacrifício, esforço e dedicação, nunca podendo ser desvalorizado o papel dos adeptos no apoio à equipa, em particular nos momentos em que as coisas não saíam bem.
Apesar do muito “ruído” e alguma “azia” que as vitórias do Benfica provocam nos “rivais”, a realidade é que a estatística dá-nos uma perspectiva mais correcta do que se passou. Assim, na famosa matéria das grandes penalidades, o Benfica acabou a época com um total de 6-1 a favor e contra, o SCP com 12-4 e o FCP com 8-3. Se fizermos as contas à 1ª volta, o Benfica tinha 2-0, o SCP 2-1 e o FCP 4-0. Ainda não percebi bem quais as vantagens que o Benfica teve nas grandes penalidades, sendo certo que ficaram algumas por assinalar a nosso favor (eles apenas vêm uma ou outra que ficou por assinalar contra).
Se analisarmos os minutos jogados em superioridade numérica/ inferioridade numérica, concluímos que o Benfica acabou a época jogando 54mn em inferioridade e 2mn em superioridade. O SCP jogou 35mn em inferioridade e 104mn em superioridade. O FCP por seu lado, jogou 41mn em inferioridade e 281mn em superioridade. Mas se considerarmos o número de jogos onde isso aconteceu vemos que o Benfica teve os seus jogadores expulsos em 2 jogos (Rio Ave e Arouca, ambos em casa), e jogadores adversários expulsos em 1 jogo (Tondela em casa). O SCP teve os seus jogadores expulsos em 3 jogos (Boavista, Feirense e Chaves, tudo na 1ª volta) e jogadores adversários expulsos em 2 jogos (Moreirense e Arouca, também na 1ª volta). O FCP por seu turno teve os seus jogadores expulsos em 3 jogos (Rio Ave, 1ª volta, Boavista e Chaves na 2ª volta) e jogadores adversários expulsos em 10 jogos (7 deles na 1ª volta).
Nesta matéria de expulsões, ainda podemos concluir que o factor casa, no Benfica rendeu duas expulsões contra e uma a favor, no caso do SCP rendeu uma expulsão contra e duas a favor, no caso do FCP rendeu zero expulsões contra e cinco a favor. Onde está o beneficio? Vejamos ao contrário. Fora de casa Benfica e SCP tiveram zero expulsões a favor, mas o FCP teve 5...
Por aqui não consigo perceber onde é que o Benfica foi beneficiado e se tomarmos como referência os anos do Apito Dourado, onde por cada época, o FCP beneficiava de mais minutos em superioridade numérica e menos minutos em inferioridade numérica, ao invés do Benfica, e beneficiava de mais penaltys a favor e menos contra, enfim, até acho algum paralelismo esta época que findou, mas com o FCP e não com o Benfica.
É certo que estes indicadores são o que são, e valem o que valem. Mas na época 2004/2005 ouvi Rui Santos dizer no seu programa de então na SIC, a propósito da derrota do Benfica em Leiria por 1-0, onde existiu um flagrante penalty por assinalar a favor do Benfica (sobre Sokota) que Rui Santos quis escamotear, que “no final do campeonato, os erros a favor e contra equilibram-se”. Então o que mudou em relação a esse ano? É fácil: o Benfica passou a ganhar mais! E agora vemos o próprio Rui Santos, qual investigador de arbitragem, formado na “Faculdade Himself”, repetir lances televisivos até à exaustão para provar que ficou por assinalar um penalty contra o Benfica. Se admitirmos que não ficou senil não sei explicar esta diferença de atitudes e de critérios.
O Benfica ganhou também a Taça de Portugal que estreou o famoso vídeo-árbitro. Vá lá saber-se porquê, e será apenas mais uma coincidência, dos dois lances para grande penalidade favoráveis ao Benfica nenhum foi considerado válido pelos dois árbitros que estavam a ver pela TV. Eram eles Jorge Sousa e Soares Dias, do CA Porto (outra coincidência). Soares Dias trazia consigo o curriculum de não conseguir marcar 1 único penalty a favor do Benfica em toda a época (só em Alvalade teve 2 boas hipóteses e uma menos boa hipótese). Jorge Sousa marcou um penalty contra o Benfica, e a favor do Aves, na longínqua época de 2006/07 por um lance semelhante ao que agora, vendo pela TV, considerou não ser (o jogador no relvado toca a bola com o braço).
Por estas razões a próxima época adivinha-se um “bocado” mais difícil, e perante estes cenários, em vez de ajudar, a política de gestão dos activos futebolísticos, ainda a irá tornar mais difícil...