Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

sexta-feira, 14 de julho de 2017

É fácil roubar os clubes . parte I



Portugal 14 de Julho de 2017

A bola já rola para gáudio dos adeptos e sócios, Nélson Semedo foi vendido por 30 milhões, podendo render mais 5 milhões por objectivos, mas o tema hoje é, pegando nas palavras de Bruno de Carvalho de dia 3 de Julho “é fácil roubar os clubes”.
Segundo ele “É muito fácil roubar dinheiro a um clube. Nem é preciso uma conta bancária", disse Bruno de Carvalho em entrevista ao site norte-americano de economia Bloomberg. O presidente do Sporting referia-se à forma como os clubes são geridos e ficam à mercê da fraude dos seus dirigentes, referindo-se à forma "pouco ética e ilegal de alguns comportamentos comuns em Portugal".
Vou “colar” mais coisas que tenho recolhido das publicações na comunicação social.
21 de Setembro de 2016, fonte BOLA: “O administrador-executivo da SAD do Benfica, Domingos Soares Oliveira, esclareceu, esta quarta-feira, que os encarnados não têm prevista a venda de jogadores no próximo mercado de Janeiro”.
7 de Setembro de 2016, fonte TVI: “(Vieira) «Para nós, o empresário é uma parceria. Temos uma parceria com a Gestifute e Jorge Mendes. É uma relação aberta. Nós dizemos o que queremos gastar e ele cobra uma percentagem que pode chegar a 10 por cento. O Benfica não tem segredos nem tabus, temos uma mentalidade empresarial e não temos problema algum em dizer o que se passa. Tem havido muita demagogia nas últimas semanas».
31 de Outubro de 2016, fonte CM: “Luís Filipe Vieira projecta fazer um encaixe financeiro de 90 milhões de euros no próximo mercado de inverno (Janeiro)...” (nota: notícia não desmentida).
26 de Janeiro, fonte DN: “Os 30 milhões encaixados com a venda de Gonçalo Guedes para o Paris Saint-Germain - assinou ontem contrato válido até 2021 e fica com a camisola 15 dos parisienses - fazem a SAD encarnada superar a barreira das seis centenas de milhões. Ainda durante este período, os encarnados investiram cerca de 380 milhões de euros no reforço do plantel principal, o que corresponde a um saldo positivo superior a 225 milhões de euros em transacções com futebolistas”.
25 de Março, fonte CM: “De acordo com aquele relatório (nota: publicado no site da FPF), que apresenta verbas referentes às comissões envolvidas tanto em transferências como em renovações contratuais, houve 26 negócios com pagamento de comissões por parte do clube da Luz, com um montante total envolvido de 30,105 milhões de euros”.
31 de Maio, fonte JOGO: “Tal como O JOGO noticiou atempadamente, André Moreira já não foge ao Benfica. O atleta aguarda apenas a oficialização da transferência de Ederson para o Manchester City para receber a ordem de fazer exames médicos e assinar contrato na Luz, o que pode acontecer ainda esta semana. O guarda-redes português do Atlético de Madrid tem há semanas um acordo encaminhado com as águias, numa operação que contou com a participação do empresário Jorge Mendes, curiosamente também responsável pela negociação do atual dono da baliza das águias com os citizens”.
Podia colar mais coisas mas penso ter aqui matéria suficiente para tirar conclusões pouco simpáticas para os benfiquistas que acreditam neste projecto empresarial do Benfica, nas pessoas que o lideram, na propaganda que envolve este Benfica das parcerias com Joaquim Oliveira, o dono da comunicação social ou Jorge Mendes, o super agente que controla muito do que Oliveira não controla no que diz respeito à comunicação social.
O Benfica está a ser “roubado”. É certo que está a ser “roubado” com esquemas “legais”, porque existem contratos onde as partes acordam de boa fé, termos de compra e venda que ambos reconhecem e aceitam. A questão é que, parte do que o Benfica paga a mais aos agentes dos jogadores, com Jorge Mendes à cabeça, é distribuído, por detrás da “cortina”, a muita gente dos clubes, e no caso do Benfica, da dita “estrutura”, com (naturalmente) Vieira à cabeça.
Se o que Vieira disse na TVI fosse verdade, e Mendes (tal como os outros empresários) cobrassem apenas 10% por intermediação, para o Benfica pagar 30 milhões de comissões teria de ter negociado, entre compras e vendas, 300 milhões de euros em jogadores. Ora isso manifestamente não aconteceu entre 1 de Abril de 2015 e 31 de Março de 2016.
O que acontece é que os famosos “direitos económicos” que os empresários “arrastam” nos passes dos jogadores, sem se perceber como os adquiriram ou quanto pagaram para os ter, são ao fim e ao cabo, comissões que os clubes pagam. São comissões encapotadas para o público em geral, mas não para quem como a FPF, sistematiza as contas dos clubes/SAD. E quando os clubes, como o Benfica, pagam essas comissões a sociedades off-shore, é óbvio que a primeira conclusão que se tira é que se pretende esconder o destino do dinheiro, para além de fugir ao pagamento de impostos. E como tal todas as leituras são possíveis.
(continua)

6 comentários:

  1. Dado o melindre que este post pode provocar e dado que sou um simples convidado este blogue, desde já autorizo o Pedro a retirá-lo caso entenda que o assunto é demasiado melindroso ou polémico. Assino que o que escrevo e este texto não compromete mais ninguém do que eu próprio. Contudo tenho de aceitar qualquer que seja a decisão do Pedro...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eagle01...este individuo em tudo onde possa comentar...e um anti-vieira e direcao do slb.o que ele escreve tera alguma coisa de verdade?para ele tudo dentro do slb "rouba"?e ler os comentarios dele por essa blogsfera fora...que mal teriam feito ao tipo para ele dizer tanto mal do vieira e da administracao do slb?

      Eliminar
    2. Meu caro, escreve o que quiseres, é a tua opinião e terá de ser respeitada...

      Eliminar
  2. Renato G. D.14/07/17, 19:03

    Concordo no geral com a ideia que tenta transmitir, isto é, que os agentes como o jorge mendes são mais que agentes de jogadores, sendo que a sua principal função é aproveitar os milhões do negócio do futebol, sendo que o futebol é a indústria que mais cresceu, em que à poucos anos quem lucrava eram os jogadores e treinadores (salários altos), e agora com a introdução de "fundos" (sociedades como a Doyn Sports), podem ser qualquer um a lucrar, bastando-lhe fazer como se faz na política nacional, arranjando "esquemas".
    Fazendo as coisas de um modo que parece cumprir a lei, mas tal não é verdade pois quando se lesam clubes isso de legal tem pouco, sendo que nada impede um agente de receber dinheiro e depois voltar a dar a quem lho deu por debaixo do pano, e quanto mais transferências mais comissões, logo mais dinheiro.
    Como acredito que o próprio mendes está a ajudar o porto a realizar dinheiro, em que as vendas podem não ser bem o que parecem.
    Dito isto não me interessa o que disse o bruninho cuspidor disse, pois ele faz exatamente o mesmo, como se constata em algumas transferências como o Bruno César.
    Mas como é óbvio isto acontece porque os presidentes dos clubes o permitem.
    Mas a situação do mendes com jogadores como o Falcão a acusa-lo em tribunal, será o inicio do fim para ele pois nada dura para sempre, e se tem fortes apoiantes também tem fortes opositores.
    Quanto à venda do Nelson Semedo é tudo menos uma boa venda, pois se o Barcelona não tinha muito mais opções de outros jogadores para o lugar e a direção do Benfica sabia disto como sabia que o Nelson é um dos melhores na sua posição, e senão o fosse o Barcelona não o vinha adquirir, o jogador valia facilmente os cinquenta milhões, aliás começa a ser recorrente estes maus negócios.

    ResponderEliminar
  3. Se é assim tão fácil e tão corriqueiro «lamber os dedos», e prejudicar os clubes em milhões, não há Finanças, não há CMTV, não há Polícia Judiciária, não há nenhum organismo deste «Estado de Direito» (não estou no gozo, apenas pretendo destacar a instituição) que ponha cobro a isto? É à vontade, rouba-se o que se quer, e os sócios que contribuam sem falta?

    ResponderEliminar
  4. Não sei se o que aqui está escrito é verdade, parcialmente verdade ou mentira.
    Sou apoiante de Luís Filipe Vieira e desta direção.
    Mas que existem muitas coisas esquisitas no nosso Glorioso existem. Começando pelo guarda-redes Roberto e ...
    Estes posts servem pelo menos para nos fazerem refletir enquanto benfiquistas.

    ResponderEliminar

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado